Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pill of Words

Blog não sujeito a receita médica.

Pill of Words

Blog não sujeito a receita médica.

Ad aeternum

 

A música tem a capacidade de acalmar o turbilhão de sentimentos que, não raras vezes, se instala dentro de nós.

Hoje, dia 1 de outubro, celebra-se o seu dia mundial. Esta é uma data que sempre assumiu uma grande importância na minha vida. Quando era mais nova, participava nos concertos de comemoração deste dia e sentia-me feliz, realizada e grata.

Tal como me sinto hoje por ter a sensibilidade de escutar aquilo que me rodeia. Por saber interpretar cada silêncio ou cada pausa e por sentir cada nota percorrer cada uma das minhas entranhas.

 

Naqueles dias em que o mundo parece cinzento é nela que me refugio: a arte dos meus segredos, a companheira fiel dos meus dias.

O poder que cada melodia tem sobre mim é como uma cadência perfeita e soam-me verdadeiramente bem os arrepios provocados pela emoção!

A música é simples, é algo primordial que não se traduz.

É deixar que a pauta nos leve pelos compassos, deixar que a clave dê nome aos sentimentos que não se conceptualizam.   

E é tão bom passar pelos acidentes e sentir-lhes o relevo... Ver como do pianissisimo, vamos em crescendo de encontro ao mezzo forte e como, de cada instrumento, ecoa a liberdade da nossa alma.

A vida é escrita como a música: uma composição do tamanho do céu e da largura do mar, o acorde desconcertante que nos devolve as memórias e nos deixa voar.

A música é o mistério em tudo, o bis da felicidade envolta em tristeza, um ritmo cheio de sonhos e suspensões.

É a ponte que liga, harmoniosamente, cada um dos elementos, apesar dos contratempos.

Que não seja semínima nem semibreve, mas ad aeternum!  

15 comentários

Comentar post