Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pill of Words

Blog não sujeito a receita médica.

Pill of Words

Blog não sujeito a receita médica.

Take A Pill With: Ana Faria

Captura de ecrã total 30092017 163304.bmp.jpg

 

A Raquel é uma YouTuber em ascensão que conta com mais de 4 800 subscritores no seu canal (ver aqui), assim como, mais de 2 700 seguidores no Instagram. Tem 20 anos, é estudante universitária e uma comunicadora nata! O seu projeto começou há cerca de 3 meses e os seus principais conteúdos relacionam-se com moda, beleza e lifestyle

A Raquel promete continuar a trazer inovação para o seu canal e, acima de tudo, sinceridade em todos os temas que abordar.

Decidi convidá-la para a esta rubrica pela enorme dedicação que coloca em cada projeto no qual se envolve e pela qualidade do seu trabalho. Como irão perceber, a Raquel veio para ficar e nem as adversidades a vão impedir de alcançar tudo aquilo que ambiciona. Admiro-a imenso por isso: por fazer tanto com tão pouco e por ser capaz de retirar o melhor de cada experiência!

A ela, um enorme obrigada, por me ter cedido esta entrevista. Espero que a vida lhe conceda todas as oportunidades de que precisa para ser feliz. Sei que as agarrará da melhor forma e construirá com elas algo notável.

A vocês, fiquem a conhecê-la e visitem o seu cantinho porque, estou certa, de que não se vão arrepender!

 

          1. Quem é a Ana Faria?

“Perfecionista”; “Companheira”; “Sonhadora”; “Sincera”; “Adorável”; “Determinada”. Foram estas as respostas das pessoas mais importantes da minha vida, quando confrontadas com a questão: “Qual é a primeira coisa que te vem à cabeça se te perguntarem como eu sou?”. O que eu posso acrescentar sobre mim é que ambiciono muitas coisas para a minha vida, no entanto, consigo ser extremamente grata em relação a tudo o que tenho e já conquistei. Para mim, as coisas mais simples são as mais importantes. Eu consigo, realmente, de um gesto mesmo muito corriqueiro ou de uma conquista muito pequena, tornar isso em algo grandioso e sentir-me imensamente feliz. Adoro conseguir juntar ambição e gratidão numa pessoa só. Podemos ter o mundo, mas se não conseguirmos dar valor a isso, não valerá de nada.

 

 

          2. Qual foi o principal motivo que te levou a iniciares um percurso como Youtuber?

Adoro comunicar, adoro moda e beleza. Sempre sonhei em conseguir realizar trabalhos de modelo e atriz. Foram diversas as vezes que fui a agências de modelos, mas, infelizmente, devido aos elevados custos que isso acarreta, nunca consegui prosseguir esse caminho. Quando conheci o YouTube percebi que, com os meus próprios recursos, posso chegar a um público e ir, de certa forma, mostrando esse meu lado. Espero que um dia o YouTube me leve mais longe e que, através do meu esforço e dedicação, consiga conquistar tudo que sempre ambicionei.

 

          3. Como foi a reação dos teus amigos e familiares a este novo projeto?

A minha família no início estranhou bastante. Principalmente, por este ser um mundo ainda bastante desconhecido. “Uma futura professora a fazer vídeos para o Youtube?” (risos). No entanto, perceberam que é algo que me faz sentir realizada, e sabem que é um desejo antigo, então apoiam-me imenso. Quanto aos meus amigos, posso dizer que sou uma sortuda. Tenho sempre uma equipa pronta a ajudar-me em tudo que conseguem. Alguns deles também não acompanham muito canais no YouTube e não entendem totalmente o conceito, mas estão sempre prontos a ajudar-me. Tenho muito a agradecer a todos eles.

 

          4. Quais são as etapas mais difíceis que a criação de um vídeo requer?

Todas as etapas requerem bastante trabalho e empenho. Desde a parte criativa, onde surge a ideia, até ao vídeo estar pronto em si. De momento, o que sinto mais dificuldade é na gravação, pois não tenho uma câmara profissional, nem iluminação, então gravar com um telemóvel e luzes improvisadas é um desafio enorme.

 

          5. Em média, quanto tempo despendes com o teu canal?

Como te organizas de forma a conseguires conciliar este projeto com a tua vida pessoal e académica?

Depende muito do vídeo. Tenho vídeos que me demoraram o dia inteiro a gravar, outros que consigo gravar em 2 ou 3 horas. Parece exagerado, mas, como não tenho os materiais próprios, acabo por perder muito tempo. Na edição é onde gasto mais do meu tempo. Por exemplo, no meu último vídeo (Looks para a Escola) precisei de mais de 10 horas para o editar.

Consigo conciliar tudo isto com as minhas atividades académicas organizando muito bem o meu tempo. Este ano optei por ficar a viver em Braga, em período de aulas, para poupar tempo nas viagens e conseguir, assim, ter mais tempo para tudo. Acabo por editar durante a semana e gravar às sextas e sábados.

 

          6. O que aconselharias a alguém que quisesse iniciar o seu caminho no YouTube?

Diria para não terem medo das críticas e para perceberem que ninguém agrada a toda a gente. Não se sintam intimidados pela opinião dos outros. Aprendam a crescer com críticas construtivas e a ignorar comentários maldosos. Acima de tudo: sigam os vossos sonhos. Só se tentarem é que vão saber se dá certo!

 

          7. Gostarias de, um dia, fazer do YouTube a tua profissão?

É, sem dúvida, algo que eu adoraria. Principalmente, por saber que me poderia abrir muitas outras portas. Quem sabe...

 

          8. Os três youtubers preferidos com os quais gostarias de fazer uma parceria.

Adorava um dia conhecer e aprender muito com vários Youtubers que eu admiro imenso. Mas, escolhendo apenas três, com certeza seria a SofiaBBeauty, a Taciele Alcolea e a Niina Secrets. São três mulheres incríveis e extremamente inspiradoras para mim.

 

          9. É fácil, para ti, gerir a tua imagem?

Quais são as principais vantagens e desvantagens de te dares a conhecer a todos quantos queiram seguir o teu trabalho?

Como todas as mulheres, eu tenho as minhas inseguranças. Tento, obviamente, estar sempre no meu melhor quando me exponho na Internet, mas sou uma mulher real e quero que quem me segue perceba isso. Todos temos as nossas imperfeições.

Uma vantagem de me dar a conhecer na Internet é ter a oportunidade de inspirar diversas pessoas e, consequentemente, receber um carinho enorme de quem me assiste. Há também desvantagens. A Internet é um mundo cheio de pessoas “corajosas” escondidas por um perfil falso, prontas a criticar e apontar o dedo. Felizmente, ainda não me deparei com muitas situações dessas, mas, a partir do momento que me exponho na Internet, estou sujeita a situações do tipo. Há que saber lidar e dar-lhes a importância que merecem que, no caso, é nenhuma.

 

          10. “Que a vida nunca nos tire a incrível capacidade de correr atrás de toda a felicidade do mundo.”

Qual é a tua meta nesta grande maratona?

A vida é extremamente desafiante e, por vezes, aterradora. O meu objetivo diário é ser capaz de ver de forma positiva qualquer que seja o desafio com que me defronte, por muito assustador que ele pareça. Há ambições que parecem inalcançáveis, desejos que soam irrealistas, mas nós somos os donos da nossa vida e dos nossos sonhos, então temos que ser nós os primeiros a acreditar neles.

Desta forma, a minha meta é um dia olhar para todo o meu percurso e sentir-me extremamente orgulhosa por ter conseguido enfrentar todos os medos e dificuldades. Quero olhar para mim mesma e ver em mim tudo aquilo que sempre sonhei.

 

16 comentários

Comentar post