Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pill of Words

Blog não sujeito a receita médica.

Pill of Words

Blog não sujeito a receita médica.

Venham daí essas uvas passas!

 

Nos últimos dias, as redes sociais em geral e a blogosfera em particular têm sido inundados pelos típicos "balanços do ano".

Sobre 2017, que hoje termina, escrevem-se as mais diversas publicações quer sobre as figuras do ano, os acontecimentos do ano ou mesmo os divórcios do ano. Na verdade, parece que todas as temáticas, mesmo as mais inusitadas, servem como um bom clickbait, numa altura em que surge também na vida da maioria dos astrólogos uma nova oportunidade de expansão das suas carreiras.

Hoje, no último dia do ano, também eu faço a minha retrospetiva, penso no que fiz em cada mês, no que conquistei e no tanto que ainda tenho para melhorar. Todavia, não reflito apenas hoje porque as minhas ambições não se regem pelas doze badaladas ou por mais uma volta completa da Terra em torno do Sol.

 

Resumo da semana

 

Regressar à rotina pode ser um verdadeiro desafio, sobretudo quando nos envolvemos em diferentes projetos.

No início de setembro ouvimos falar de uma espécie de depressão pós-férias: aquela semana dolorosa em que voltamos ao trabalho ainda a meio gás. Surgem por aqui e por ali dicas preciosas que prometem ser a chave para retomarmos a nossa vida sem grandes constrangimentos ou conflitos interiores, mas, na verdade, cabe exclusivamente a cada pessoa gerir o seu tempo em função dos seus afazeres, bem como, controlar o seu estado emocional.

No meu caso, como estudante, há cerca de três semanas que o meu dia-a-dia voltou a ser gerido em função da faculdade. Todavia, esta última foi, sem dúvida, a mais desafiante. Foram cinco dias passados com poucas horas de sono e na companhia de algumas chávenas de café: algo que já se tornou indispensável na minha vida.

 

 

Take A Pill With: Tatiana Rebocho

Captura de ecrã total 01092017 002931.bmp.jpg

Hoje, dou início a uma nova rubrica mensal. Como o próprio nome indica, não estarei sozinha em cada uma destas publicações. No primeiro dia de cada mês, contarão, a partir de hoje, com uma conversa invulgar. Pretendo que fiquem a conhecer um pouco mais das diferentes personalidades que por aqui passarão e que se sintam à vontade para sugerir novos nomes de pessoas que gostariam de ver, de certa forma, "entrevistadas" por mim.

A primeira pessoa que convidei foi a Tatiana.